terça-feira, 22 de novembro de 2016

Itália investiga morte de turista em Morro de São Paulo

A Procuradoria da Província de Ragusa, na Sicília, abriu um inquérito sobre a morte da turista italiana Pamela Canzonieri, de 39 anos, em Morro de São Paulo, na Bahia. As informações são da Agência Ansa. 

A vítima, que trabalhava como garçonete na vila, foi achada morta em sua residência na última quinta-feira (17), mas ainda não se sabe a causa do falecimento. Segundo a polícia, o corpo tinha "marcas" e estava cercado por vestígios de uso de drogas, embora o pai de Pamela negue que a filha usasse substâncias ilícitas. 

Segundo a 5ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Valença), até a tarde desta terça-feira (22) nenhuma autoridade da procuradoria italiana esteve no local. Hoje, a delegada titular, Argimária Freitas, ouviu amigos da vítima. Nenhum familiar compareceu para depor. 

De acordo com o procurador de Ragusa, Carmelo Petraglia, o objetivo do inquérito é ajudar a polícia local a realizar "investigações independentes", o que não estaria sendo feito até agora. A turista era natural daquela cidade siciliana. (Correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário