quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Lula volta a pedir a Moro informações sobre suas missões empresariais

A defesa do ex-presidente Lula voltou a solicitar ao juiz Sérgio Moro que a Presidência da República encaminhe à Justiça Federal as informações sobre as 84 missões empresariais realizadas pelo petista, durante o seu mandato, entre 2003 a 2010.

Os advogados de Lula ainda pediram que seja requisitado ao Congresso a relação de todos os projetos de lei da Presidência durante as gestões do petista, bem como as emendas apresentadas e o quórum de votação. As informações são da IstoÉ.

Os procedimentos de tomadas de contas e de auditorias do Tribunal de Contas da União envolvendo a Petrobras, entre 2003 e 16 de janeiro de 2016, também foram solicitados. 

Diante do volume de pedidos, o juiz da Lava Jato havia solicitado que a defesa do ex-presidente esclarecesse melhor a necessidade do material, mas os advogados do ex-presidente, no entanto, recusam-se a antecipar sua estratégia.

“Frise-se ao afirmar que tais missões não constituem objeto da denúncia, desconsiderou que a peça acusatória afirma de forma leviana, registre-se, que os dois mandatos presidenciais do primeiro peticionário constituiu em uma perpetuação criminosa no poder. Inegável, portanto, que o pleito possui estreita ligação com o objeto da denúncia”, assinalam os defensores do petista.

Os pedidos haviam sido feitos no mês passado, em resposta à ação penal em que é acusado de receber R$ 3,7 milhões em propinas da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012, relativas ao esquema de corrupção na Petrobras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário