sábado, 19 de novembro de 2016

Nestlé anuncia férias coletivas em Itabuna e funcionários temem demissões

A direção da Nestlé em Itabuna anunciou nesta sexta-feira (18) que haverá férias coletivas na parte de produção no período de 19 de dezembro a 03 de janeiro. O setor, responsável por um volume de 22 mil litros de Nescau (200 ml) por hora, gera 170 empregos e abastece todo o Norte, Nordeste e parte do Sudeste do país.

No período de 15 dias, só irão funcionar setores essenciais da fábrica, como segurança, manutenção e revisão de equipamentos; já a parte de vendas, não sofrerá interrupção. “Fomos pegos de surpresa e não foi dada nenhuma garantia de manutenção do quadro após as férias”, afirmou Eduardo Sodré, coordenador de políticas sindicais do SindAlimentação.

De acordo com o sindicalista, além do temor das demissões, há a ameaça de perda de um complexo fabril do porte da referida marca, com a consequente queda de receita para o município. “Com a retração de mercado, a Nestlé caminha para uma paralisação de atividades aqui”, comentou.



Mobilização

Ao todo, a indústria tem 216 funcionários em Itabuna. Em 2014, eram 343. No último mês de fevereiro, foi desativada a linha de produção de leite em pó, que gerava 60 toneladas por dia. Hoje, porém, a direção ressalvou que “medidas mais drásticas, caso necessário, serão discutidas com o sindicato”.

Sodré informou que o sindicato já propôs a realização de uma audiência pública na Câmara de Vereadores, mas deverá também fazer contato com a Secretaria Estadual de Planejamento e com representantes da gestão municipal. “Não queremos criar terror, mas não podemos ficar numa situação dessas sem envolver a sociedade”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário