segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Operação na BA desarticula 'cartel' de empresas que fraudavam licitações

Resultado de imagemO Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) deflagrou, no início da manhã desta segunda-feira (28), a operação "Quali", que busca desarticular uma organização criminosa envolvida com a prática de fraudes em licitações em Salvador e interior do estado. São cumpridos 21 mandados de busca e apreensão, 8 mandados de prisão temporária e 6 de condução coercitiva em Salvador e Lauro de Freitas.


A ação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas do MP (Gaeco), com o apoio do Departamento de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil (Draco) e do Centro de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil.

Segundo o MP-BA, os alvos da operação são empresas, cujos nomes não foram divulgados, que atuam no ramo de impressos gráficos. As companhias formaram um "cartel" para vencerem licitações em órgãos públicos estaduais e municipais, de acordo com a investigação. A promotoria não divulgou quais os órgãos envolvidos.

Conforme as investigações, o grupo criminoso atua há anos na capital e no interior da Bahia, vencendo licitações com preços superfaturados em diversos órgãos. O superfaturamento, conforme o MP, é de cerca de 20% do valor do serviço. A estimativa é de que milhões de reais já foram retirados dos cofres públicos por conta das fraudes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário