quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Sobe para nove nº de mortos em incêndio em farmácia de Camaçari; 14 ficam feridos

Subiu para nove o número de mortos após um incêndio em uma farmácia no centro do município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, na tarde desta quarta-feira (23). A informação foi confirmada ao G1 pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). Até as 20h de terça-feira (23), eram seis o número de mortos. Mais três corpos foram retirados do local do incêndio até 6h desta quarta. As vítimas não tiveram nomes e idades divulgados.

Quatorze pessoas ficaram feridas no incêndio, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Camaçari. Nove pessoas foram socorridas para o Hospital Geral de Camaçari e quatro delas transferidas para o Hospital Geral do Estado (HGE). Cinco pessoas foram atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Gleba A, em Camaçari.

Conforme a SSP, o caso é investigado pela 18ª Delegacia Territorial (DT). As causas do incêndio ainda não foram confirmadas. O Corpo de Bombeiros ainda trabalha no local para retirada de escombros. Conforme os bombeiros, funcionários da farmácia não souberam informar quantas pessoas estavam no local no momento do acidente.

Caso
O incêndio atingiu o local por volta das 13h50. Segundo testemunhas que trabalham na região próxima à farmácia, o fogo teria sido causado pela explosão de um botijão de gás que estava no interior do estabelecimento.

Após a explosão, o teto do imóvel teria caído e atingido clientes e funcionários da farmácia. Os bombeiros informaram, no entanto, que uma perícia será realizada no local e deverá indicar as causas do acidente.

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) informou que, até por volta das 17h de terça-feira (23), duas pessoas deram entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Camaçari e outras cinco foram levadas para o Hospital Geral da cidade (HGC). Entre elas, três estavam em estado grave e seriam transferidas para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. Uma das vítimas foi transferida em um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer).

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, a equipe de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (BREC) permanecerá no local até que seja feita a busca em toda a área da edificação, pois há a necessidade de rompimento de estrutura para avaliar se ainda existem pessoas desaparecidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário