segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Testes rápidos de chikungunya da Bahiafarma podem ser liberados ainda este ano no SUS

Os testes rápidos de chikungunya desenvolvidos pela Bahiafarma poderão ser liberados ainda este ano na rede pública de Saúde. Isto porque, segundo a coluna Satélite, no Correio, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, recomendou que o presidente do laboratório baiano acelerasse o processo junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

Agora as amostras produzidas pela Bahiafarma, com registro obtido Anvisa desde o inicio de setembro, serão avaliadas pelos técnicos do órgão, e caso seja comprovada uma alta eficácia na detecção do vírus, o método será comprado pelo Ministério da Saúde e distribuído em larga escala pelo SUS. O teste rápido foi desenvolvido pela Bahiafarma, em parceria com pesquisadores da empresa sul-coreana Genbody.

Nenhum comentário:

Postar um comentário