quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Justiça veta transferência de presos para conjunto penal de Conquista

O Conjunto Penal de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, não pode mais receber presos de outras cidades até o final do mês de dezembro desse ano. A determinação é do juiz da Vara do Juri de Execuções Penais da cidade, Reno Viana Soares.

De acordo com o juiz, a medida é para garantir a segurança até que estejam completas as vagas de agentes penitenciários. Com a decisão, o conjunto penal de Conquista fica impedido de receber presos até o dia 31 de dezembro.

Conforme a Justiça, a quantidade de agentes penitenciários não é suficiente para atender a capacidade total do presídio, que é de 622 detentos. Atualmente, 219 detentos cumprem pena nos regimes provisório e sentenciado.

O presídio conta com 82 agentes penitenciários, enquanto o deial, segundo a Justiça, seria 150 agentes para garantir a segurança de todos os pavilhões. Por medida de segurança, um pavilhão está desocupado.

Segundo o diretor do presídio, o major Souza Júnior, até dezembro, 68 novos agentes penitenciários deverão ser contratados. Atualmente, são 25 agentes penitenciários por turno trabalhando no local. Com a chegada dos novos agentes, esse número vai aumentar para 40, em média.

O conjunto pena da cidade foi inaugurado há três meses e pode receber presos de 32 comarcas.No entanto, com a suspensão, apenas detentos do presídio Nilton Gonçalves poderão ser transferidos para o local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário