terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Denunciado por estelionato, Clóvis da Mangabinha anuncia candidatura estadual

Resultado de imagem para Clóvis da MangabinhaO ex-candidato a vereador pelo partido SD, Edilson Gualberto dos Santos, mais conhecido como Clóvis da Mangabinha, esteve ao vivo no programa O Crime Não Compensa, pela Rádio Difusora, para se defender da acusação de estelionato, notícia veiculada na semana passada, após ele prestar depoimento na DRFR (Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos), tendo como titular a delegada Lisdeile Nobre.


Diante dos fatos ele nega envolvimento e já anunciou que será candidato a deputado estadual. “Sou vítima”.

De acordo com o entrevistado, ele não foi preso, houve uma convocação para prestar depoimento sobre tais acusações, porém, na primeira intimação ele não compareceu, comparecendo somente na segunda notificação. “Eu mudei de endereço, a polícia deve ter ido na casa da minha ex-mulher”, argumenta.

Em relação as acusações de falsificação de cheques e documentos para comprar materiais de construção, ele nega veementemente qualquer tipo de participação, apontando para um adversário político “que tenta” lhe difamar na sociedade. “Querem me destruir politicamente, ficam levando fofoca para a delegada, quero ver provar na minha frente”, diz.

Investigação

A delegada Lisdeile Nobre, responsável pelo caso, revelou em entrevista que existem provas materiais de uma quadrilha atuando na falsificação de documentos e, o nome de Clóvis da Mangabinha, apareceu nas investigações. “Ele é investigado, vamos concluir o trabalho e caso seja ratificado as denúncias, irei apresentar ao Ministério Público, que deve encaminhar para o Poder Judiciário”, revela.

Ouça a entrevista completa:

Nenhum comentário:

Postar um comentário