domingo, 19 de fevereiro de 2017

Sindicato dos Radialistas de Itabuna fiscaliza comunicadores sem DRT

Após os festejos de carnaval, o Sindicato dos Radialistas de Itabuna estará enviando para as emissoras de rádio e TV ofício solicitando que as mesmas evitem contratar pessoas que não são profissionais do ramo e que não possuam o registro.

Logo em seguida, a entidade estará promovendo um encontro de comunicadores, onde será discutido o registro profissional para quem está no ar, a situação de quem fez o curso e não recebeu a DRT e o processo de fiscalização e denuncias das emissoras, que mesmo com o oficio enviado pelo sindicato, insistem contratar pessoas sem o registro.

Rádio é um concessão pública, os empresários são donos apenas dos equipamentos e o Brasil agora é outro, mudou. Por isso mesmo a gente primeiro vai se entender com os empresários, porque em seguida vem a fiscalização do Ministério das Comunicações e Trabalho, através da federação em Brasília. Sua opinião é muito importante neste processo, amigos comunicadores.

Informação do repórter Paulo Leonardo, um dos diretores do Sindicato dos Radialistas de Itabuna. (FRN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário