terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Sumiço da pequena Gabriela completa 1 mês sem solução

O desaparecimento de Gabrielly Gomes Santana, de 7 anos, na cidade de Feira de Santana, completa um mês nesta terça-feira (21), sem solução. A menina sumiu da frente da casa onde morava há 2 anos com a avó, no bairro Gabriela. Amigos e familiares continuam angustiados com a situação. 

De acordo com a polícia, houve avanço nas investigações, mas o caso não foi concluído. Um crânio queimado foi achado em Feira de Santana, mas a polícia acredita que seja de um adulto, até porque está confiante de que a menina esteja viva.

Um homem chegou a ser preso no dia 26 de janeiro. A polícia pediu a prisão temporária dele à Justiça por conta de fortes indícios da participação no crime.

Vinte dias após a prisão, o homem foi solto. Segundo a Polícia Civil, ele foi liberado porque o prazo do mandado de prisão temporária expirou. A identidade do homem não foi divulgada para, segundo a delegada, preservar a integridade dele.

Segundo a avó da criança, Maria da Glória Costa Gomes, a neta sempre brincava na porta de casa com as amigas, mas no dia do desaparecimento estava sozinha. Segundo ela, uma vizinha viu um carro estranho rondando a região. Maria relatou que, assim que a menina sumiu, ela e a filha, a mãe da menina, foram à delegacia registrar aa ocorrência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário