quarta-feira, 29 de março de 2017

Conselho Tutelar de Itabuna é alvo de tiros


O Conselho Tutelar de Itabuna foi alvo de criminosos na noite desta terça-feira (28) na Avenida Garcia, Centro. A sede foi atacada por volta das 18h40 por um casal em uma moto que efetuou vários disparos de arma de fogo. A parte interna foi atingida, por pouco funcionários não foram alvejados. No momento do ataque havia um conselheiro e uma secretária na sede do Conselho, mas ninguém ficou ferido.

Diante da situação os conselheiros resolveram suspender as atividades até que as medidas de segurança sejam tomadas. Além disso, os funcionários aproveitam a oportunidade para questionar melhores condições de trabalho, como o reajuste do salário. Segundo informações, os conselheiros estão recebendo apenas metade do pagamento previsto por Lei, que equivale a R$1.050,00.

De acordo com uma funcionária, atualmente são 10 conselheiros, duas secretárias, dois motoristas e um serviços gerais que trabalham no local em períodos alternados. 
Após o ataque a Polícia Militar foi acionada e realizou rondas pelas imediações. Já a Polícia Civil deve utilizar imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os criminosos.

Na rede social uma funcionária fez um desabafo:

“Venho por meio deste, informar que provavelmente o conselho tutelar de Itabuna ficará fechado até garantimos nossa segurança. Hoje por volta das 18:40 a sede foi alvo de tiros, se encontrava um conselheiro e a secretária, as balas atingiriam o conselho, mas graças a Deus ninguém se feriu. Foi livramento, estamos com receio, pois são nossas vidas que estão em jogo por falta de uma devida segurança que vinhemos pedindo socorro desde a gestão passada. Espero que nosso atual olhe por nós.”

Para que serve?

O Conselho Tutelar zela por crianças e adolescentes que foram ameaçados ou que tiveram seus direitos violados. Mas zela fazendo não o que quer, mas o que determina o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) em seu artigo 136, nem mais (o que seria abuso) nem menos (o que seria omissão). 




Nenhum comentário:

Postar um comentário