segunda-feira, 27 de março de 2017

Filho do prefeito de Brumado/BA é agredido na câmara de vereadores após sessão.

Nesta sexta-feira (24), em sessão extraordinária para a segunda votação do projeto de lei de autoria do prefeito de Brumado, Eduardo Lima Vasconcelos, que propõe a rejeição da APLB/Sindicato como representação dos professores no município.

O projeto foi aprovado pela maioria dos vereadores e a plenária – composta por professores, representação sindical e populares- demostraram indignação com vaias e invadindo o espaço reservado aos vereadores.

A ação causou tumulto, chegando a ser registrada briga entre um professor e o secretário de Agricultura e Meio Ambiente do município, Rodrigo Cunha Vasconcelos. Inicialmente, houve agressão verbal entre os dois e posteriormente as agressões físicas. Eles foram separados por vereadores e populares e os ânimos se acalmaram. (Alerta cidadão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário