sexta-feira, 3 de março de 2017

Itabuna: Deputado critica aumento da violência e quer que governo e autoridades discutam o assunto

O Deputado Estadual Augusto Castro, que é membro titular da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, quer que o Governo do Estado e autoridades discutam os altos índices de violência em Itabuna.
A cidade grapiúna lidera o ranking da insegurança e atualmente ocupa o 13º lugar de cidade mais violenta do Brasil, segundo dados do Mapa da Violência de 2016. O município tem 81,2 homicídios por arma de fogo para cada habitante. Diante dos crescentes indicadores o Deputado avalia que Itabuna carece de um debate entre o Legislativo, o Executivo e o Judiciário com a sociedade civil organizada para discutir a segurança pública na região e cobra do governo estadual a interiorização do Programa Pacto Pela Vida. Quando reunido com o Secretário de Segurança Publica, Maurício Teles Barbosa, para discutir o tema, o parlamentar cobrou a ida do programa a Itabuna.

“Itabuna é passagem da BR 101, o que de certa forma torna o município vulnerável a entrada da violência. É também a cidade mais violenta do estado para os adolescentes de 14 a 17 anos. Nossos jovens carecem de atenção do estado e o Pacto Pela Vida é uma boa oportunidade do governo mostrar funcionalidade”, argumentou.

O deputado citou também a crise que vive o sistema prisional em todo país. Em Itabuna, o Conjunto Penal tem suporte para 600 presos, contudo, hoje extrapola sua capacidade com mais de 1.200 detentos. “A Bahia nem sequer possuía um Fundo Penitenciário Estadual, o que chegou a ser um empecilho para o repasse de recursos do governo federal para modernização do sistema prisional. Só agora aprovamos, em regime de urgência na Assembleia Legislativa, o projeto do executivo quanto a matéria, que vai permitir a transferência de R$ 44 milhões para o sistema carcerário em nosso estado”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário