quarta-feira, 15 de março de 2017

Jonathas Guimarães (PT) será empossado vereador de Barro Preto por decisão unânime do TRE

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE) decidiu por unanimidade indeferir o registro da candidata a vereadora Lia de Juraci (PP). Em um primeiro momento, o juiz eleitoral da comarca de Itajuípe havia deferido a campanha, mas a oposição entrou com recurso e conseguiu, através do TRE indeferir o registro da candidata.

Entenda o caso: 

A coligação "Barro Preto Quer Mais", da atual prefeita Ana Paula (PMDB), que ganhou as últimas eleições, entrou com a impugnação do registro de candidatura de “Lia de Juraci”. A coligação entrou com recurso alegando que a candidata a vereadora não tinha se descompatibilizado do cargo que exercia como professora municipal.

“Lia de Juraci” foi lançada candidata a vereadora porque seu esposo “Juraci da saúde” que era vereador, resolveu concorrer a vice na chapa da antiga prefeita Jaqueline Motta (PT). Com isso, a coligação contrária a Lia entrou com a impugnação, e o Juiz de 1° instância deu ganho de causa para o registro da candidata, mas, a coligação recorreu ao TRE e por unanimidade Lia teve seu registro indeferido.

Quem assistiu de camarote foi Jonathas Guimarães do PT que vai para o seu segundo mandato de vereador. Jonathas era da base da antiga prefeita Jaqueline Mota. Agora, não se sabe se o vereador fica na oposição ou se vai compor a base de apoio da atual prefeita Ana Paula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário