sábado, 4 de março de 2017

Morre no HBLEM jovem baleado no Santa Clara

Morreu por volta de 01h20 desta madrugada de sábado (04) no Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães em Itabuna, o jovem Wallace Gonçalves de Oliveira, de 27 anos, também conhecido como Wallace Gordo.

Wallace foi baleado por quatro tiros na tarde desta sexta-feira (3) no bairro Santa Clara, em Itabuna, onde morava. Ele passou por cirurgia, mais não resistiu aos ferimentos, morrendo 3h depois. Wallace era ex-presidiário com diversas passagens pela polícia.

No dia 2 de março, um dia antes de ser baleado, Wallace escreveu na página do seu facebook as seguintes palavras: #Maior Quë meus #inimigo e o Meu #Deus...

Na página do Facebook de Wallace, aparece gente trocando ofensas. Confira no print abaixo:

O corpo de Wallace está no necrotério do hospital, de onde sairá para o Departamento de polícia técnica de Itabuna (DPT).

Com a morte de Wallace, o número de homicídios sobe na cidade de Itabuna. No mês de janeiro foram onze homicídios, treze em fevereiro, e dois no mês de março, um total de 26 homicídios neste ano de 2017.

Atualizada as 07:44
Polícia de Itabuna já tem uma linha de investigação

Tudo indica que a morte de Wallace tem ligação a uma briga que ele se envolveu no carnaval de Itabuna. Wallace bateu em um jovem identificado pelo prenome de Rafael, 20 anos, morador do bairro Conceição.

De acordo com informações, após Rafael ganhar um soco de Wallace, bateu a cabeça contra um meio-fio, ficando desacordado até a chegada dos socorros. Rafael foi socorrido pelo SAMU 192 e encaminhado até o Hospital de Base, onde ficou internado por vários dias. Rafael chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu e morreu por volta das 13:00 desta sexta-feira (03) no Hospital de Base.

Daí então surgiu uma informação que um primo de Rafael após saber da sua morte, foi até a casa de Wallace para se vingar. Esse primo de Rafael que até o momento não foi identificado, fez vários disparos de arma de fogo contra Wallace que morreu na madrugada deste sábado.



Atualizada às 15:40
Família de Rafael desconhece informação de Vingança 

A família de Rafael Souza Vieira, 20 anos, entrou em contato com a equipe do Verdinho Itabuna e pediu um direito de resposta. De acordo com informações de parentes de Rafael, eles desconhecem essa informação de vingança. “Rafael morava com a mãe, ele foi espancado na madrugada de sexta para sábado no carnaval de Itabuna, foi socorrido para o hospital e recebeu alta no mesmo sábado, mas quando foi no domingo, ele retornou para o Hospital de Base depois de sentir fortes dores na cabeça. 

Somos todos de família evangélica, nenhum de Nós temos envolvimento com o mundo do crime, por isso estamos com medo, e desesperado diante dessa situação. Nós desconhecemos qualquer tipo de informação de que alguém da família teria vingado a morte de Rafael”, disse alguém da família que não quis ser identificado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário