quarta-feira, 1 de março de 2017

Perícia constata falha em estrutura de alegoria da Unidos da Tijuca

Uma falha na soldagem de uma das estruturas de sustentação pode ter causado o acidente com o carro alegórico da Unidos da Tijuca, na madrugada de terça-feira (28), durante a segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial. A informação foi dada pela delegada Aparecida Mallet, da 6ª DP (Cidade Nova), responsável pela investigação do caso.

"A perícia preliminar constatou que houve uma falha em um dos pistões de sustentação da parte hidráulica do veículo", afirmou a delegada ao Jornal Nacional.

O acidente aconteceu logo no início do desfile da escola, no segundo carro a entrar na Marquês de Sapucaí. A parte de cima da alegoria veio abaixo, e os integrantes que a ocupavam caíram por cima de outros, que estavam na parte mais baixa.

Das 12 pessoas que ficaram feridas no acidente, duas ainda estão internadas. No hospital, ainda durante o socorro às vítimas, um integrante da escola disse que o carro já apresentava problemas nos ensaios.

"O grupo do qual que eu fazia parte da coreografia já vinha relatando que o carro era muito alto e que balançava bastante, e eles disseram que era seguro, então nós confiamos. O carro com 16 pessoas, que era o grupo coreográfico, já balançava bastante. E hoje tinha muito mais do que 16 pessoas em cima do carro, acho que talvez tenha sido por isso", contou Ricardo Cardoso Júnior.

A diretoria da Unidos da Tijuca afirmou que não vai se manifestar até ser comunicada pela polícia sobre o andamento das investigações. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário