sexta-feira, 10 de março de 2017

Morte de professor pode ter relação com seu trabalho

BATV - TV Santa Cruz - 09/03/2017 A morte de professor na madrugada desta quinta-feira, 9, em Itabuna, no sul da Bahia, pode ter relação com o trabalho da vítima. Essa hipótese é levantada pelo titular da Delegacia de Homicídio de Itabuna, Marlos Macedo. 

De acordo com ele, Samarone Rodrigues da Silva, 40 anos, que trabalhava no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), sofreu uma tentativa de homicídio há quatro anos. "Na época, ele disse que o crime estava relacionado ao seu trabalho. Ele disse que tinha problemas no local", afirmou o delegado. Samarone foi achado morto dentro de um carro com marcas de tiros na cabeça. 
Testemunhas disseram que ouviram o som de disparos de arma de fogo e o barulho de pneus de um veículo em alta velocidade.

Homofobia 

Segundo o delegado, Samarone era homossexual. Contudo, a polícia descarta crime de homofobia. "A suspeita é que o crime tenha alguma relação com o trabalho dele". Samarone tinha um companheiro e era considerado uma pessoa "tranquila". Texto: A Tarde

Link relacionado:
Professor é assassinado dentro de carro em Itabuna

Nenhum comentário:

Postar um comentário