quarta-feira, 22 de março de 2017

PF reconhece que irregularidades investigadas na Carne Fraca são pontuais

Em nota conjunta divulgada na noite desta terça-feira (21), a Polícia Federal e o Ministério da Agricultura disseram que "o sistema de inspeção federal brasileiro já foi auditado por vários países que atestaram sua qualidade". "O SIF garante produtos de qualidade ao consumidor brasileiro", diz trecho da nota. 

No documento, tanto ministério quanto a PF informaram que a Operação Carne Fraca concentrou a atuação no desvio de conduta de "alguns servidores" e que "não representam um mau funcionamento generalizado do sistema de integridade sanitária brasileiro". "Embora as investigações da Polícia Federal visem apurar irregularidades pontuais identificadas no Sistema de Inspeção Federal (SIF), tais fatos se relacionam diretamente a desvios de conduta profissional praticados por alguns servidores", ainda segunda a nota. 

O documento é resultado de reunião entre o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, e o secretário-executivo do ministério, Eumar Roberto Novacki. O encontro "teve como objetivo fortalecer a relação entre as instituições e reafirmar o compromisso de ambas em elucidar os fatos investigados", de acordo com o documento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário