terça-feira, 21 de março de 2017

Secretaria de Saúde prepara profissionais para diagnóstico precoce da tuberculose

Antecipando as ações do Dia de Combate à Tuberculose, que transcorre na próxima sexta-feira, 24 de março, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Itabuna promoveu, na última segunda-feira, (20), no auditório da própria secretaria, um curso de atualização em tuberculose, para médicos e enfermeiros da rede pública de saúde. A proposta é preparar esses profissionais para o diagnóstico precoce, o controle e o combate à doença no município.

Utilizando recursos audiovisuais, o pneumologista Clóvis Aquino mostrou o perfil epidemiológico da doença, desde a identificação dos sintomas, o diagnóstico precoce e a adesão ao tratamento, destacando que a doença é causada por uma bactéria, que ataca principalmente o pulmão, mas também pode atingir outros órgãos a exemplo dos rins, cérebro e ossos. O especialista lembrou que a tuberculose tem cura, desde seja feito e concluído o tratamento.

O secretário de Saúde de Itabuna, Vitor Lavinsky, informou que a proposta do município é identificar e eliminar todos os casos da doença no município, começando com a capacitação de profissionais da rede pública para que eles orientem e encaminhem pacientes com suspeita da doença, a iniciarem e concluírem o tratamento.

“Os exames são gratuitos com os medicamentos fornecidos pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) e o tratamento dura seis meses, mas não pode ser interrompido antes deste prazo, mesmo que os sintomas tenham desaparecidos”. O secretário lembra que a tuberculose é contagiosa e por isso orienta as pessoas que convivem com o portador dessa doença, a procurarem uma unidade de saúde para fazer os exames necessários para descobrir se houve o contágio.

Diagnóstico precoce

O diretor do Departamento de Vigilância à Saúde, Lucas Santana, informou que os médicos nas Unidades de Saúde de Itabuna podem fazer o diagnóstico precoce e no caso de suspeita da doença, o paciente deve ser orientado a procurar a Fundação Nacional de Saúde, no antigo Sesp, onde é feito o teste tradicional (Baciloscopia) e o tratamento.

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde Itabuna, registrou no ano passado 34 novos casos de tuberculose no município, um índice considerado elevado pelo Ministério da Saúde. Dados do próprio MS indicam que o Brasil está entre os 22 países que concentra 80% dos casos de tuberculose no mundo. São cerca de 80 mil novos casos e quase cinco mil mortes em decorrência da doença notificadas anualmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário