quinta-feira, 27 de abril de 2017

Justiça determina soltura de mãe suspeita de mandar matar o filho

A justiça determinou que Alessandra de Moura, mãe do menino Carlos Henrique Maia Moura Santos, morto em 2015, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador, fosse solta. Alessandra cumpria prisão temporária acusada de ter mandado matar o filho.

A delegada responsável pelo caso pediu a prorrogação da prisão de Alessandra, porém, a Justiça alegou que não existem evidências suficientes para mantê-la presa.

Carlinhos sumiu no dia 7 de janeiro de 2015, quando passava férias como a mãe. Ele brincava com amigos na rua quando desapareceu. Dois dias após o desaparecimento, o menino foi encontrado boiando em um córrego na localidade conhecida como Pinho. O menino apresentava marcas na cabeça e diversos arranhões pelo corpo.

Inicialmente, o padrasto do menino foi preso como principal suspeito do crime, mas depois foi liberado. No dia 10 de abril, José Nilton foi preso com drogas e autuado em flagrante. Na delegacia, confessou o crime e contou que a mãe era a mandante do homicídio. R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário