terça-feira, 25 de abril de 2017

Oito dias após morte de adolescente em Itapuã, suspeito do crime continua foragido

Oito dias após a morte de Vitória Paixão, de 15 anos, assassinada a tiros em Itapuã, no último dia 17 de abril, o ex-namorado da vítima e principal suspeito do crime continua foragido. O G1 entrou em contato com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), nesta terça-feira (25), que informou que a polícia continua à procura de Adriel Montenegro dos Santos, de 21 anos. Um mandado de prisão temporária foi expedido contra ele.

Ainda de acordo com o DHPP, a polícia espera também o laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT), para que as investigações sejam concluídas. O suspeito do crime é filho de um Policial Militar.

O corpo de Victória foi encontrado na casa do suspeito. De acordo com a polícia, a adolescente foi baleada na nuca e chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro. A vítima foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 22h45 de segunda. No enterro da adolescente, realizado no Cemitéro Bosque da Paz, no dia seguinte a sua morte, familiares e amigos protestaram e pediram rapidez nas investigações.

Caso

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito estava inconformado com o fim da relação com a adolescente, que durou dois anos. Antes do crime, ele encontrou com a garota no Colégio Rotary, onde ela estuda, e, de lá, eles seguiram caminhando para a casa dele, onde o crime foi cometido.

Segundo a polícia, a mochila da vítima foi achada na casa do suspeito e será periciada. O jovem deverá responder pelo crime de feminicídio.

No perfil do suspeito em uma rede social, foram deixadas mensagens de repúdio ao crime e até ameaças ao jovem. "Assassino", escreveu um internauta. "Você vai pagar", disse outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário