quarta-feira, 26 de abril de 2017

Preso suspeito de envolvimento em explosão de agência do Banco do Brasil em Mairi

Um homem suspeito de envolvimento na explosão da agência do Banco do Brasil do município de Mairi, a cerca de 300 km de Salvador, foi preso nesta terça-feira (25), um dia após o crime, informou a Secretaria de Segurança Pública da Bahia. O suspeito foi localizado no município de Baixa Grande, distante 40 km do local do ataque. Segundo a SSP, ele estava sem documentos e disse que se chama Dilmaci Bastos de Almeida e que tem 37 anos.

A prisão do homem foi realizada por policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Chapada. Os agentes realizaram incursões na BR-407 quando perceberam o homem em atitude suspeita. O suspeito passava pelo local em uma motocicleta e não atendeu a ordem para parar. Ele tentou escapar do cerco, mas foi perseguido pelos policiais e preso no povoado de Italegre, próximo à Fazenda Gameleira.

Durante a abordagem, segundo a SSP, o homem confessou ter participado do roubo e indicou o local utilizado pelos outros integrantes da quadrilha como esconderijo. A polícia foi até o local, mas os suspeitos conseguiram fugir. Eles estavam dentro de uma casa e escaparam pelos fundos do imóvel, conforme a SSP. A polícia informou que realiza rondas no local para tentar prender os suspeitos.

Com o grupo criminoso, a polícia disse ter encontrado celulares, tablets, roupa camuflada, semelhante a utilizada pelas Forças Armadas, máscara ninja (brucutu), lonas para montagem de barracas, entre outros materiais. O homem preso foi autuado na Delegacia Territorial de Baixa Grande. g1

Nenhum comentário:

Postar um comentário