terça-feira, 2 de maio de 2017

Brasil: Morre idosa agredida por enfermeiro em hospital

Morreu neste domingo (30) a mulher de 78 anos que foi agredida por um enfermeiro dentro da Unidade de Terapia Intensivas (UTI) do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. A informação foi confirmada pela secretaria municipal de Saúde. Ainda de acordo com a pasta, o funcionário suspeito da agressão segue afastado. O corpo da idosa foi enterrado no Cemitério Parque da Cantareira nesta segunda (1°). 

Thereza Aparecida passou por uma cirurgia vascular no dia 13 de março e estava se recuperando bem. Na madrugada de domingo (16), porém, foi agredida por um enfermeiro. “Ele me xingou de tudo quanto foi nome e foi me batendo, bateu até cansar”, disse Thereza Aparecida em um vídeo gravado por um de seus filhos. “Minha mãe realmente foi espancada. 

Ver minha mãe com olho roxo, o rosto roxo, o queixo roxo, impossibilitada de se defender, uma senhora de 78 anos, é inadmissível isso”, disse Hedilaine Aparecida Garcia, filha da vítima, à reportagem do SPTV. “Foram puxões de cabelo, tapa na cara.” O enfermeiro trabalha no hospital há 27 anos. À época da denúncia, a direção do hospital afirmou que nunca tinha havido uma reclamação contra ele. O superintendente não divulgou o nome do funcionário, mas disse que tinha sido afastado e o hospital abriu uma sindicância para apurar a agressão. *Informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário