terça-feira, 30 de maio de 2017

Em vídeo, Bruno se desculpa por fazer show bêbado: 'Não me lembro de nada'

O cantor Bruno, dupla de Marrone, gravou um vídeo pedindo desculpas por ter se apresentado bêbado na Festa Nacional do Milho de Patos de Minas (Fenamilho), em Minas Gerais, no sábado. Em vídeos gravados pelo público, ele aparece bebendo no palco. No pedido de desculpas, o cantor afirma que bebeu uísque e está tomando remédios e que "do meio do show para frente" não se lembra mais nada do que aconteceu. 

"Oi, galera, estou aqui para explicar o que aconteceu no show de Patos de Minas. Eu tenho 31 anos de dupla com o Marrone e nunca tinha acontecido isso comigo", afirma o músico. “Já bebi, já bebi no palco, já coloquei o pessoal para beber comigo. Eu sou muito forte para beber. Só que estou tomando um remédio e, na verdade, eu tomei dois remédios, um na hora em que fui dormir e depois do almoço. E o show foi cedo, então não deu tempo de o remédio sair do organismo. E tomei uns ‘uísque caubói'”, explica. Uísque caubói é como é conhecida a bebida sem gelo.
"Do meio do show para a frente, eu não lembro de mais nada", diz ainda, antes de lamentar o ocorrido. "Eu quero pedir desculpa, perdão. Eu prometo voltar a Patos de Minas e fazer um super show, como a gente sempre fez. Desculpem, me perdoem, as pessoas que me amam, e eu tenho certeza de que sim. Mas tem muita gente maldosa também. Desculpa. Quem me ama vai me perdoar. De coração, peço perdão. Espero voltar a Patos de Minas. Desculpa aí", finaliza.

Nos vídeos, o cantor aparece sem cantar, com um copo na mão. Outro vídeo registra ele brincando com Marrone, que parece incomodado com o comportamento do parceiro, que "passa a mão" nele algumas vezes. 

Na página do Fenamilho, muitos fãs reclamaram do acontecido. "Meu Deus, o que aconteceu com o Bruno? Em toda minha vida, nunca fui em um show tão ruim. Ele estava fora da casinha por completo, muito bêbado a ponto de não fazer o show. Sair do palco, não cantar", postou um internauta. 

O advogado do Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas, que organiza o evento, analisa se cabe ação judicial contra a dupla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário