terça-feira, 30 de maio de 2017

Habeas Corpus negado para Jamil Ocké em Ilhéus

Na tarde desta terça-feira (30), a Primeira Câmara Criminal – Segunda Turma do Tribunal de Justiça da Bahia negou os pedidos de liberdade impetrados pelas defesas dos presos na Operação Citrus, o vereador Jamil Ocké, o empresário Enoch Andrade, e o ex-secretário Kácio Brandão. 

Após as sustentações orais dos advogados de defesa, o relator Des. Abelardo Paulo da Matta Neto fez a leitura do seu voto contrário ao Habeas Corpus, sendo acompanhado pelos demais Desembargadores denegando o pedido por unanimidade. (Agravo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário