domingo, 21 de maio de 2017

Itabuna: Hospital de Base recebeu 2 milhões de emenda do Dep. Jutahy Jr. A pedido de Augusto Castro

A verba será usada na compra de equipamentos para ampliação de 9 leitos para UTI e CTI, aparelhos de ultrassonografia, aparelhos respiradores e outros equipamentos  para a unidade de saúde
O Hospital de Base de Itabuna Luiz Eduardo Magalhães foi contemplado esta semana com recursos de cerca de 2 milhões de reais provenientes de emenda ao Orçamento da União, indicada pelo deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), a pedido do deputado estadual Augusto Castro (PSDB). O valor, substancial, já foi liberado pelo Ministério da Saúde e já está na conta bancária da entidade à disposição da unidade hospitalar.
De acordo com Augusto Castro, o dinheiro será aplicado na aquisição de equipamentos para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital, como a ampliação de 9 leitos, estruturação com aparelhos de ultrassonografia, aparelhos respiradores e outros equipamentos de modo a oferecer um acolhimento mais digno aos pacientes.
 Vale ressaltar que o Hospital de Base tem 100% do seu atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A Unidade médica atende a população de Itabuna e região, perfazendo mais de 130 municípios que integram o sul do estado. 
“Temos dispensado atenção especial para área de saúde em na nossa região. Somente nos últimos dois anos obtivemos a aprovação e liberação de cerca de R$ 7 milhões que foram integralmente encaminhados para o custeio do setor”, diz o deputado, acrescentando que tem priorizado, em suas indicações, áreas consideradas fundamentais para a população baiana.

“O estrangulamento do setor público de saúde, hoje, é uma realidade em todo país, para o qual não podemos fechar os olhos. Como parlamentares temos nas emendas uma forma eficaz de suprir algumas carências das unidades médicas, contribuindo de forma direta na melhoria e resolutividade dos serviços oferecidos aos pacientes. Tenho me empenhado nesse sentido”, acrescenta Augusto Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário