terça-feira, 30 de maio de 2017

Morador de Ibicaraí denuncia grave crime ambiental e aponta que lixo pode parar na barragem do Rio Colônia


Um morador da cidade de Ibicaraí está denunciando um grave caso de poluição ambiental que está ocorrendo na zona rural da cidade. A ação está prejudicando moradores da área e pode prejudicar cidades vizinhas por meio do rio.

Em diversos vídeos, gravados ao longo de dias, o morador mostra a situação próxima ao lixão da cidade, em uma estrada. Populares descartam ossos e outros materiais restantes da feira no local. Além disso, animais que morrem na cidade também são jogados na estrada, que já virou um lixão.

Diversos urubus ficam aglomerados na localidade. 

Em um vídeo, ainda é possível ver que o chorume, espécie de líquido poluente, que corre pelo local, passa para a represa de uma fazenda vizinha. 
O morador ainda relata que convive diariamente com moscas, urubus e mau cheiro. Ele já acionou a vigilância sanitária e a prefeitura, mas o problema não foi resolvido. No dia 18 de maio ele efz uma denúncia e, desde o dia 22, iniciaram uma espécie de "limpeza" no local. Porém, todo lixo retirado da área está sendo empurrado para o Rio Salgado, que corta outras cidades e encontra o Rio Colônia. O morador acredita que este lixo irá parar justamente na barragem do Rio Colônia, em Itapé.



Nenhum comentário:

Postar um comentário