quinta-feira, 4 de maio de 2017

Mulher é espancada e ameaçada de morte pelo cunhado após discussão

Uma mulher acusa o cunhado e a companheira dele de agressão no município de Valença, localizado a 250 km de Salvador. Renilce Conceição, 30 anos, contou que estava na praça da cidade, quando o suspeito chegou com a mulher, perguntou se ela ia para a casa do sogro em Salvador, e começou a xingá-la.

— [Disse] que eu era vagabunda e que na casa do pai dele eu não ia entrar com minha filha. Eu falei: "vagabunda não sou eu, é a sua mulher".

Ainda de acordo com a vítima, o suspeito arrancou a filha dos braços dela, a segurou e deu socos nas suas costas. A mulher disse que ainda foi agredida pela companheira do cunhado, que usou as unhas para machucá-la. Ela afirmou que a filha também foi vítima do casal.

— Ainda empurrou minha filha de dois anos no chão.

Ela foi socorrida por populares que estavam na praça e foi encaminhada para a o hospital para atendimento médico.

No dia seguinte, a mulher, o marido e a filha viajaram para a capital baiana para a casa do sogro. O suspeito seguiu a vítima até Salvador, subiu a escada da casa do pai com um facão e a ameaçou.

— Meu marido tomou a frente para que ele não me cortasse. Ele desceu a escada dizendo que ia me atropelar na rua que eu estivesse e me ameaçou de morte.

Assustada com o fato de ter sido seguida até Salvador pelo cunhado e ameaçada, a mulher deu queixa também na Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher), no bairro de Periperi, na capital.

A mulher contou que o marido não pode fazer nada contra o irmão, pois está em condicional, por um crime que ela não quis revelar. O casal acredita que o suspeito está provocando o companheiro da vítima para ele voltar à prisão.r7

Nenhum comentário:

Postar um comentário