sexta-feira, 12 de maio de 2017

Mulher é morta por bala perdida quando seguia para igreja em Salvador

A administradora Jucinara dos Santos da Hora, 33 anos, morreu na madrugada dessa sexta-feira (12), após ser baleada na noite de quinta, 11, no bairro de Narandiba, em Salvador. Além dela, o soldado da PM reformado Ari Bacelar de Oliveira, 49 anos, e Vítor Rodrigues Ferreira, também foram baleados na mesma ocorrência e o policial morreu. 

A família ouviu os tiros, mas na hora não imaginou que ela era uma das vítimas. Um amigo dos parentes da mulher, que passava no local, prestou socorro para a administradora, que foi levada para o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), no Cabula, onde morreu. 

Ela passou por cirurgia, mas teve uma parada cardíaca. "Ela estava indo para a igreja, mas infelizmente teve os tiros e a coitadinha morreu inocente", disse um parente da vítima ao A Tarde. Jucinara, o PM e Vítor foram baleados nas imediações da rótula do Juliano Moreira, por volta das 20 horas. O policial e Vítor estavam juntos e a administradora passava andando pelo local. Ela seguia sozinha para assistir a um culto, como fazia toda quinta-feira. A família de Jucinara acredita que ela foi vítima de bala perdida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário