domingo, 14 de maio de 2017

Mulher morta por bala perdida durante ataque a PM seguia para igreja para acertar detalhes de casamento, diz irmã

A assistente administrativa Jucinara dos Santos da Hora, de 33 anos, que morreu após ser atingida por uma bala perdida durante um ataque de criminosos a um polícial militar em Salvador, tinha acabado de sair de casa e seguia para a igreja para acertar os últimos detalhes do casamento quando foi atingida, segundo informou uma irmã da vítima. A mulher foi enterrada na manhã deste sábado (13).

Segundo os familiares, Jucinara iria se casar no mês de setembro. Ela trabalhava na Casa Militar da prefeitura da capital baiana, mas estava de férias e aproveitava o tempo para organizar os preparativos da festa.
"Ela estava indo marcar o noivado [casamento] dela. Inclusive, ela estava com os balões para a festa, ela estava com o dízimo dentro da bíblia e com o terço dela, como ela sempre faz", disse a irmã de Jucinara, Jorginélia Brito.

"Tudo preparado: casa comprada, vestido alugado, buffet pronto, tudo pronto. Foi um sonho que foi interrompido", lamentou a irmã. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário