quarta-feira, 10 de maio de 2017

Pais defendem mochila 'gigante' dada a alunos da creche em Jequié: 'Cabe tudo o que ele vai necessitar'

Apesar das piadas sobre o tamanho das mochilas "gigantes" fornecidas pela prefeitura de Jequié, no sudoeste da Bahia, para alunos da rede municipal, incluindo os da creche, os pais dos alunos defenderam o utensílio. “Cabe tudo o que ele vai necessitar durante o dia na creche”, diz Vanessa Pereira, mãe de um aluno.

O comerciante Sandoval Xavier da Silva também aprovou as mochilas. “Muitas pessoas não têm condição de comprar o material da criança. Já é uma boa ajuda”, diz.

A dona de casa Maria Aparecida tem duas filhas na rede municipal. A mais nova tem altura de 90 cm, enquanto a mochila mede 45 cm. Mesmo assim, ela não vê problemas no tamanho do material. "É grande, mas cabe todas as coisinhas dela", afirma.

De acordo com o ortopedista Aloisio Alan Fernandes, crianças com idade entre 3 e 5 anos não devem levar mochilas para a escola, apenas uma lancheira. "Uma mochila muito grande, quase pegando no chão, forçando demais a coluna para trás, pode trazer transtornos de dores imediatas e pode trazer transtornos futuros", explicou.

As mochilas de Jequié ficaram entre os cinco assuntos mais comentados de uma rede social, nesta terça-feira (9). O caso virou "meme", que é quando um assunto viraliza na rede, ganhando adaptações com referências criativas.

Segundo o secretário da Educação da cidade, Roberto Gondim, o tamanho das mochilas não foi pensado para os estudantes das creches. "Se tiver que admitir que poderíamos ter planejado um quantitativo de mochilas menores, eu não tenho nenhuma dificuldade em reconhecer isso. Mas acho que o brilho da iniciativa e da conquista deste conjunto precisa ser valorizado", afirma. g1

Nenhum comentário:

Postar um comentário