terça-feira, 16 de maio de 2017

Temer admite idade mínima menor para trabalho de risco

O presidente Michel Temer disse ontem que leis complementares à reforma da Previdência poderão criar idades mínimas diferentes para profissionais que colocam a saúde ou a vida em risco no trabalho.

O projeto aprovado pela comissão especial da reforma na Câmara prevê idades mínimas de aposentadoria aos 65 anos, para homens, e aos 62 anos para mulheres.

De acordo com a proposta, poucas categorias terão idade mínima menor, como ocorrerá com os policiais federais, que poderão se aposentar aos 55 anos de idade.

A inclusão de outras categorias, como a dos profissionais da construção civil –citados pelo presidente– "vai depender muito de outras fórmulas de aposentadoria que virão depois por lei complementar ou lei comum", disse Temer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário