segunda-feira, 12 de junho de 2017

Bahia pode ficar 24 h sem internet

Um problema  entre as empresas provedoras de internet e a Coelba, que compartilha os postes com as prestadoras do serviço, pode deixar os baianos sem acesso à rede por 24 horas. De acordo com o Sindicato das Empresas de Internet do Estado da Bahia (Seinesba), a companhia de energia estabeleceu novos critérios para o cabeamento nos postes da cidade, que deve ser seguido pelos provedores.

No entanto, o prazo para adaptação foi apenas de 30 dias. "Para as empresas de internet se adaptarem a esta norma da Coelba há a necessidade de operações complexas que envolvem tempo e altos investimentos", pontuou o presidente do Seinesba, André Costa. O sindicato informou ainda que a empresa já tem realizado cortes dos cabos, principalmente em locais que contam com provedores de menor porte.

Na tentativa de solucionar o problema sem danos para a população, será realizada na próxima segunda-feira (12) uma reunião na sede da Coelba, com representantes da empresa. No mesmo dia, uma assembleia geral do Seinesba discutirá a possibilidade de realizar uma paralisação de 24 horas dos serviços de internet em toda a Bahia. O objetivo da entidade é chamar a atenção da sociedade para os prejuízos causados pela decisão da Coelba e dos cortes sistemático dos cabos dos provedores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário