sexta-feira, 16 de junho de 2017

“Forró Nú": Organizadores e prefeitura dizem que vão monitorar Forró na Bahia


Os organizadores do “Forró Nú", que será realizado no sábado (17) em um sítio localizado em Massarandupió, no município de Entre Rios, Litoral Norte baiano informaram que ficarão atentos a forma com que todos se divertem no local. Esta será a segunda edição da festa junina, que este ano virou polêmica entre associações de moradores e naturistas. Apesar de ocorrer em um local privado, as entidades estão preocupadas com a comunidade naturista da praia das Dunas, única destinada oficialmente à prática de naturismo na Bahia.

Após a polêmica, o evento não foi vetado, mas possui muitas regras. A principal delas é que não pode ocorrer sexo explícito no espaço da evento. Caso ocorra qualquer situação referente ao sexo, a pessoa pode ser convidada a sair.
O coordenador de turismo da prefeitura de Entre Rios, Franklin dos Santos, destacou que o município também fiscalizará o evento. “Trata-se de um local fechado, privado, então a prefeitura tem o dever de fiscalizar, acompanhar a execução da festa”, explicou.

Ninguém vai poder entrar com máquina fotográfica, nem celular. Para preservar a privacidade do público, o sítio onde será realizada a festa será cercado com palhas de dois metros de altura. Além disso, é permitida a entrada de casais, mas é proibida a entrada de homens desacompanhados no evento. Menores de 18 anos não entram, segundo a organização. “O que será permitido na festa é dançar muito forró nú, com respeito, tomar licor, comer milho assado na fogueira, muita alegria”, Davi Andrade, um dos organizadores.
Mesmo com as regras, a Associação de Naturismo da Bahia, discorda do evento. “Um forró nú é a conotação muito pejorativa para nossa causa. A associação não concorda porque está difamando a imagem da praia e do povoado”, explicou Jânio Gonçalves. G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário