sábado, 10 de junho de 2017

Homem mata filha de três meses afogada e enterra corpo

http://redacao.correio24h.com.br/fileadmin/user_upload/correio24horas/Bazar/geniane.jpg
Geniane de Freitas Lopes, de 25 anos, moradora de Itaóca, no interior de São Paulo está em choque pelo assassinato brutal da da filha de apenas três meses, provocado pelo próprio pai da criança. Ela teve a menina sequestrada e morta pelo ex-marido na última terça-feira (6), que agora está preso.

De acordo com o G1 São Paulo, o pai estava revoltado com a separação do casal, que estava junto há dois anos. Depois da separação, Geniane conseguiu uma medida protetiva contra o ex-marido, que resolveu se vingar. Ele confessou o crime e levou os policiais ao local onde estava enterrada a criança.

De acordo com a polícia, ele deixou a garota de bruços em uma poça d'água em uma cachoeira enquanto cavava uma cova para a criança. Quando se deu conta que a menina estava morta, ele a tirou ela da poça e a enterrou.

Geniane disse em entrevista ao G1 SP que o ex-marido era carinhoso com a menina. "o momento em que ela nasceu, ele foi ao hospital com tanto carinho, tanto amor. Nunca pude pensar que ele fosse fazer isso”, disse à publicação. No entanto, era violento com a esposa. De acordo com ela, o motivo da separação e do pedido de medida protetiva aconteceu por conta das constantes agressões dele contra ela, o que a fez prestar queixa de violência doméstica.

O rapaz, que está preso, deve responder pelos crimes de homicídio qualificado e hediondo, além de ocultação de cadáver e subtração de incapazes. Ele pode pegar até 20 anos de reclusão.

2 comentários:

  1. Sendo o Brasil um país de sexto mundo, explorado por bandidos, lógico que os marginais sempre tem razão, assim, esse monstro, mesmo condenado, logo estará em liberdade para praticar novos crimes. fosse um país onde hovesse leis e Justiça sérios, essa coisa seria eletrocutado ou fuzilado.

    ResponderExcluir
  2. uma coisa dessa todos sabemos qual seria o castigo merecido, más diante de tanta brutalidade e estupidez vou me manter calado, não sei o que se passa na mente de um ser humano fazer uma coisa dessa.

    ResponderExcluir