quinta-feira, 15 de junho de 2017

Morte de adolescente na frente da mãe motivou ataques a ônibus em Salvador

A morte de um adolescente de 15 anos, que tinha sido apreendido após suspeita de participação em infrações, é apontada como a motivação para o ataque contra três ônibus na região do Largo do Papagaio, no bairro da Ribeira, em Salvador, na noite de quarta-feira (14). 

Ele foi morto na saída 3ª Delegacia Territorial (DT/Bonfim), na frente da mãe. Dois dos veículos foram incendiados e outro apedrejado. Ninguém ficou ferido. A informação preliminar sobre o crime foi divulgada pela Polícia Militar na madrugada desta quinta-feira (15). 

Na noite de quarta-feira, a PM tinha divulgado que o atentado teria sido uma retaliação de um grupo criminoso à prisão de um homem e apreensão de um adolescente que haviam assaltado passageiros de um coletivo. Por meio de nota, a corporação relatou que o jovem de 15 anos foi morto a tiros por dois homens em uma moto. Os atentados contra os ônibus ocorreram pouco tempo após a morte.

NOTA 
Prezados,

Na noite desta quarta-feira (14) foram registrados três atentados contra veículos do transporte coletivo na região do Largo do Papagaio, bairro da Ribeira. Informações preliminares apontam como motivação destes crimes o homicídio praticado poucas horas antes, na tarde desta mesma quarta-feira, contra um adolescente nas imediações da Praça dos Dendezeiros no Bonfim.

O crime fora cometido contra um adolescente de 15 anos que saía da 3ª Delegacia Territorial acompanhado da mãe e de outras pessoas após ter sido conduzido àquela unidade policial por ter sido reconhecido como autor de atos infracionais em datas pretéritas. Em dado momento, o grupo foi abordado por dois homens em uma motocicleta que dispararam contra o jovem e fugiram no sentido do bairro do Uruguai. Uma guarnição da 17ª CIPM ainda conseguiu visualizar os autores do homicídio em fuga, tentaram alcançá-los, mas por estarem em uma motocicleta, conseguiram fugir do alcance da equipe da PMBA. A motocicleta utilizada pelos criminosos foi encontrada momentos depois abandonada na Rua Régis Pacheco, nas imediações do Viaduto dos Motoristas, veículo este em situação de roubo.

Perto das 21 horas a PMBA foi acionada através do Centro Integrado de Comunicações (CICOM) informando sobre os atentados contra três veículos do transporte coletivo. Imediatamente a 17ª CIPM, a Operação Gêmeos e a Companhia Independente de Policiamento Tático – Rondesp BTS – deslocaram guarnições para tentar identificar e prender os autores, contudo não mais foram identificados no local. As equipes da PMBA, então, acionaram equipes do Corpo de Bombeiros Militar para atuarem na extinção das chamas.

Há indícios que apontam para o mentor dos ataques aos ônibus e as Polícias Militar e Civil atuam em plena cooperação para localizá-lo e prendê-lo, bem como os comparsas que atuaram associados a ele nesta empreitada criminosa.

A PMBA manterá uma intensificação do policiamento na Península Itapagipana por tempo indeterminado até que a rotina dos moradores e trabalhadores seja plenamente restabelecida e não haja ameaças à ordem pública na região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário