sábado, 10 de junho de 2017

Mulher é morta a facadas em Vera Cruz; marido é o principal suspeito


  Uma mulher de 28 anos foi morta a facadas, dentro de casa, no município de Vera Cruz, na Bahia, na manhã desta sexta-feira (9). De acordo com a polícia, o marido da vítima, Angelo da Silva, é suspeito de ter cometido o crime. O rapaz, que tem 25 anos, fugiu após o ocorrido.

Segundo a Polícia Militar, o caso ocorreu por volta das 5h50, no bairro da Conceição. De acordo com o delegado Giovani Paranhos, titular de Vera Cruz, testemunhas disseram que ouviram pedidos de socorro de Helem Moreira. O sogro dela, que é vizinho do casal, foi até o imóvel após ouvir os gritos e, segundo Paranhos, pediu que o filho desse socorro à vítima. O suspeito, entretanto, fugiu em um veículo usado por ele para trabalhar como taxista na região.

De acordo com o delegado, Helem e o suspeito estavam juntos há 14 anos. Ela foi atingida por golpes de faca no pescoço.

Helem se formou em pedagogia há pouco tempo e dava aulas em Vera Cruz. A suspeita da polícia é que o crime tenha sido cometido por ciúme. "Ele [suspeito] estava achando que ela estava se relacionando com outra pessoa", disse Paranhos.












Agentes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto), da 5ª CIPM, foram acionados e, quando chegaram ao local, constataram que a mulher já estava sem sinais vitais. Os policiais chegaram a fazer buscas pelo suspeito, mas ele não foi encontrado.

Em uma página no Facebook, uma instituição onde Helem trabalhava divulgou nota de pesar. As aulas no local foram suspensas até a segunda-feira (12).

"É com enorme pesar que nós do Quilombo Ilha lamentamos o falecimento de Helem Moreira, ex aluna, nossa colaboradora, pedagoga, formada pela UNEB. Voltou para o Quilombo Ilha e estava ajudando na coordenação. Até o momento, a informação que temos foi que Helen foi brutalmente assassinada na manhã de hoje (9) e o principal suspeito é seu companheiro. Sonhamos e acreditamos em um mundo melhor, mesmo com todos os problemas encontrados no dia a dia. Hoje um sorriso de lutas deixou de brilhar conosco e foi trilhar outro caminho de Luz", diz a nota. G1

Atualizada  em 12-06

Suspeito de matar a companheira a facadas em Vera Cruz se entrega à polícia e confessa o crime 

Angelo da Silva, de 25 anos, se apresentou à polícia na manhã desta segunda-feira (12). Ele confessou ter matado a jovem a golpes de faca por ciúmes.
De acordo com o delegado Giovani Paranhos, titular de Vera Cruz, Angelo teria suspeitado de que Helem tivesse envolvimento com outra pessoa. "Ele disse vinha desconfiando, então pegou o celular dela, tirou o cartão de memória e colocou no dele. Segundo ele, no cartão tinham fotos em que ela aparecia em cenas de sexo. Ele disse que, ao ver, ficou desesperado e bateu nela. Depois, a esfaqueou", conta o delegado.
Angelo está custodiado em Vera Cruz, onde aguarda o mandado de prisão preventiva, que já foi pedido pelo delegado. "O pai dele pediu a nós que deixássemos ele preso, porque tem medo que o filho seja morto por vingança. Mas eu só posso mantê-lo aqui, se o mandado de prisão for expedido, o que deve acontecer entre hoje ou amanhã [13]", pondera Paranhos.
O pai de Angelo foi o responsável por prestar socorro à vítima. Ele ouviu os pedidos de socorro de Helem, durante a discussão com o filho. Ele pediu ajuda a Angelo para levar a jovem ao hospital, mas o suspeito fugiu. O casal estava junto há 14 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário