terça-feira, 13 de junho de 2017

Traição entre amigas, quase provoca a morte de uma delas no Arraiá do Juca Rosa

No final da noite de domingo (11), uma briga entre duas mulheres terminou em agressão com golpes de estilete no tradicional  “Arraiá do Juca Rosa”, na cidade de Eunápolis-BA. Beatriz Katlen da Silva de 19 anos foi ferida durante uma briga com  Vitória Rodrigues, de 18 anos. Beatriz foi atacada e ferida com dois cortes de estilete na região do pescoço e outro corte no braço.

As duas jovens eram amigas e uma traição teria sido o motivo do ódio entre as duas.  Beatriz teria tido um relacionamento com o pai do filho de Vitória e isso quase se transformou em tragédia, quando as duas se encontraram na festa e iniciaram a discussão que culminou  na agressão física.
A polícia Militar estava no local do evento e prendeu em flagrante a agressora, Vitória Rodrigues, na Delegacia da Polícia Civil, foi descoberto que ela tinha passagem por porte ilegal de arma de fogo, registrada quando ela ainda era menor de idade. A acusada encontra-se a disposição da justiça.

12 comentários:

  1. é o dia a dia dos noticiários, as pessoas tem que entender, que não existe "meu" ou "minha", ninguém pertence a ninguém, ninguém é de ninguém, o homem ou a mulher não trai sozinho , e nem crime é. existe sim uma parte de moralidade e nada mais. se matam por nada, o único motivo é a porcaria da "posse". povo burro!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo c o comentario 10:55. a vitma ja foi liberada passa bem e a acusa respondera em liberdade e que algum parente da acusada é coisa ruim e forte no mundo de crime par se ter nocao qdo menor possuia ja arma .ne brinquedo nao coisa boa ue tbm nao é

      Excluir
  2. Só mulheres MUITO TOLAS brigam por causa de homem. A tal amiga estuprou o rapaz? Ele foi porque queria e deve ter ido com muitas outras porque homem é assim e mulher deve ser inteligente, estudar, garantir sua independência.

    ResponderExcluir
  3. Verdinho, itabuna registrou mais um homicídio. Magno Silva de Oliveira 38 anos que foi esfaqueado e baleado no centro comercial no domingo 11 de junho morreu ontem a noite no HOSPITAL de BASE. Com essa morte ITABUNA registra o 3 ° homicídio do mês de junho e 65 ° de 2017

    ResponderExcluir
  4. Magno Silva de Oliveira 38 anos morador do bairro Jorje amado que foi esfaqueado e baleado no centro comercial dia 11 de junho morreu ontem no hospital de base. Com essa morte ITABUNA registra o 3 ° homicídio do mês de junho e 65 ° homicídio do ano de 2017

    ResponderExcluir
  5. O verdinho não colocou ainda o cara de nome Magno Silva de Oliveira 38 anos que foi esfaqueado e baleado no centro comercial dia 11 de junho, veio a óbito ontem no hospital de base. Com esse homicídio Itabuna chegou ao 3 ° homicídio do mês de junho e 65 ° de 2017

    ResponderExcluir
  6. Itabuna chegou ao 3 ° homicídio do mês de junho e 65 ° homicídio de 2017. Magno Silva de Oliveira 38 anos morador do bairro jorje amado foi baleado por dois homens e esfaqueado por uma mulher no centro comercial dia 11 de junho, e veio a óbito ontem a noite no HOSPITAL de BASE.

    ResponderExcluir
  7. vai otaria brigar por causa de homem, tem que ser muito idiota mesmo!!

    ResponderExcluir
  8. Essas ai são marmitas de vagabundo,mulheres como essas ai não tem valor algum, lixo humano, engravidam de vagabundos e depois querem procurar um cara descente pra casa, desse jeito acabam mães solteiras pelo resto da vida.

    ResponderExcluir
  9. Nossa é ate bonitinha essa que foi esfaqueada,meu Deus tenha cuidado com sua vida.

    ResponderExcluir
  10. Só sendo burra, brigar por que de macho,desde quando o idiota pai da criança era dela? E que consideração tinha por esta babaca a ponto de já está com a amiga da idiota, bem feito agora está presa pra deixar de ser burra, e desde quando homem merece?

    ResponderExcluir