domingo, 30 de julho de 2017

Grupo é acusado de se hospedar em hotéis de luxo e pagar despesas com cartões clonados

Um grupo de pessoas de Goiás, acusado de se hospedar em resorts de alto luxo e pagar as despesas por meio de cartões de crédito clonados, foi preso na tarde de sexta-feira (28), na cidade de Porto Seguro. 

Segundo o delegado Rafael Zanini, os suspeitos - que já vinham sendo investigados pela Delegacia do Turista -, foram localizados durante cumprimento de mandado de busca e apreensão no hotel La Torre, na orla norte. Em uma das residências do resort, foram presos Yuri Medeiros Vilar, Pollyana Medeiros Vilar, Edivaldo Pereira Lopes e Henrique de Oliveira França. 

A idade deles não foi divulgada. "Foram apreendidos diversos petrechos, dentre eles uma impressora matricial utilizada para falsificação de cartões e notas fiscais, uma bobina inteira em branco da Caixa Econômica Federal, além de diversos cartões de crédito de terceiros utilizados para as fraudes", informou o delegado ao site Radar64. O titular da Delegacia do Turista afirmou ainda que para não serem localizados, os suspeitos preenchiam as fichas do hotel com dados falsos. 

“Após a saída da quadrilha, os hotéis amargavam os prejuízos, pois os créditos dos cartões eram estornados pelas operadoras em razão da fraude”, frisa Rafael Zanini. Somente em um dos hotéis, estima-se que o prejuízo tenha sido de mais de R$ 20 mil. As quatro pessoas foram autuadas em flagrante por crimes de estelionato, formação de quadrilha, petrechos de falsificação e falsidade ideológica e ficaram custodiadas na carceragem da 1ª Territorial de Porto Seguro, aguardando uma decisão da justiça. *Informações do Radar64

Nenhum comentário:

Postar um comentário