terça-feira, 18 de julho de 2017

'Laboratório' de drogas é desativado por policiais em Salvador

Laboratório de drogas foi descoberto em um imóvel localizado na Lajinha, no bairro da Engomadeira, em Salvador (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Um laboratório de drogas foi desativado pela Polícia Civil, no bairro de Engomadeira, em Salvador, na segunda-feira (17). A informação foi divulgada nesta terça-feira (18). Conforme a Polícia Civil, o laboratório tinha capacidade para processar mais 200 kg de droga por dia, movimentando mensalmente mais de um milhão de reais.

De acordo com a polícia, foram encontrados por investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), em um imóvel na localidade da Lajinha, 100 kg de maconha, 1,5 kg de crack e 300 gramas de cocaína, além de balanças de precisão e munições. Ninguém foi preso.

De acordo com o delegado André Garcia, da Coordenação de Narcóticos do Draco, também foi encontrado o imóvel farto material para embalagem e distribuição de drogas, além de 63 balanças de precisão, 15 potes com fermento químico em pó e 500 pinos para acondicionar cocaína.
Ninguém foi preso no local (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Ainda no local, os investigadores acharam 85 munições para calibres 45, pistolas 9mm e 380, e dois carregadores, 28 tesouras, oito bacias, um liquidificador, barbantes e três mil embalagens plásticas. “Historicamente a região movimenta grandes quantidades de entorpecentes, pois vende para usuários e grandes traficantes, em toda capital baiana”, afirmou, em nota, o delegado André Garcia.

Segundo a polícia, as investigações revelaram que o traficante Márcio Silva dos Santos, conhecido como "Cavalo", é um dos principais líderes do tráfico na Engomadeira. Ele está foragido, pois possui um mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas em aberto. Qualquer informação sobre o paradeiro de "Cavalo" pode ser compartilhada pelo Disque Denúncia (3235-000). O anonimato é garantido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário