quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Bebê é resgatado de acidente com lancha e morre dentro de ambulância

O bebê que foi resgatado do acidente com lancha que matou ao menos 22 pessoas em Vera Cruz, Região Metropolitana de Salvador, na manhã desta quinta-feira (24), morreu dentro da ambulância do Samu. A embarcação tinha capacidade total para 160 pessoas e levava 129 passageiros e 4 tripulantes.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o bebê foi reanimado por duas horas, mas não resistiu. A Marinha não informou se a morte da criança está entre as 22 vítimas da tragédia. Também não há informações sobre a família do bebê.

Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), 88 pessoas foram resgatadas com vida até o momento. Dentre os sobreviventes resgatados, 70 estão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Mar Grande; 15 estão no Hospital Municipal de Itaparica; dois estão no Hospital do Subúrbio e um no Hospital Geral do Estado (HGE), ambos em Salvador.

Um dos sobreviventes disse que a embarcação Cavalo Marinho I virou após uma onda. "Estava chovendo, começou a molhar. Veio uma onda e virou. Tinha muita gente", disse Edvaldo Santos de Almeida.

Ele chegou ao Teminal Náutico, em Salvador, em uma lancha com outros passageiros que foram resgatados. De acordo com Edvaldo, houve demora no atendimento das vítimas. "Agora demorou muito para sermos socorridos, foram duas horas dentro do mar", relatou ao G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário