quarta-feira, 30 de agosto de 2017

MPF processa OI por suposta cobrança ilegal de internet

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio entrou com ação civil pública contra a OI Móvel e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) por cobrança indevida no fornecimento de acesso à internet banda larga 3G.

Os procuradores afirmam que é ilegal a contabilização de tráfego de dados móveis realizada pela empresa.

Segundo o MPF, a operadora Oi utilizaria a base decimal, em que 1 Megabyte (Mb) corresponde a 1000 Kilobytes (Kb), em vez do sistema binário, em que 1 Mb corresponde a 1024 Kb, para o cálculo dos Megabytes (Mb) excedentes da franquia contratada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário