sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Após ocupação de fazenda na Bahia, família de Geddel tem gado roubado em outra propriedade


Quatro dias após uma fazenda do ex-ministro Geddel Vieira Lima ter sido ocupada por índios no município de Potiraguá, no sul da Bahia, uma outra propriedade da família foi assaltada no município de Maiquinique. As cidades ficam distantes cerca de 55 quilômetros. Os ladrões teriam levado algumas cabeças de gado da propriedade.

A informação foi divulgada ao G1 pelo advogado da família Vieira Lima, que atua no caso, Franklin Ferraz. Ele contou que o caso ocorreu na noite de quarta-feira (27).

Segndo informação preliminar obtida pela defesa, um grupo entrou na fazenda em um caminhão, embarcou algumas cabeças de gado e fugiu. Ferraz detalha que os envolvidos, que chegaram ao local em dois cavalos, ainda abandonaram os animais na propriedade.

O delegado Antônio Roberto Gomes da Silva Júnior, que é coordenador da Polícia Civil da região, confirmou o registro da denúncia. Ele disse que na queixa foi relatado o furto de ao menos 25 cabeças de gado. "Chegaram com um caminhão e embarcaram o gado", relata.

A polícia trabalha com duas hipóteses. A primeira é de que o caso tenha relação com invasão da fazenda em Potiraguá. A segunda é de que tenha a ver com suspeitos que assaltam fazendas da região. O caso está sendo investigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário