terça-feira, 26 de setembro de 2017

Dois suspeitos de participar do ataque a tiros que deixou uma mulher morta em Itabuna são identificados

Dois homens suspeitos de participar do ataque a tiros que deixou uma mulher morta e outras quatro pessoas feridas, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia, foram identificados pela polícia, após relatos de testemunhas. A informação foi divulgada pelo delegado André Aragão, coordenador regional da Polícia Civil no município, nesta segunda-feira (25), um dia depois do crime.

O nome dos suspeitos não foi divulgado pela polícia, mas, de acordo com o delegado, a prisão da dupla foi já solicitada à Justiça. Conforme Aragão, o crime tem relação com a disputa entre facções criminosas que agem no município.

"Infelizmente, utilizaram que pessoas inocentes para atingir a outra facção. A Polícia Civil está atenta e espera prender esses elementos nos próximos dias", contou o delegado André Aragão. O crime está sob investigação da Delegacia de Homicídios da cidade. O policiamento está reforçado na região.

As quatro pessoas que ficaram feridas após o ataque a tiros receberam alta na manhã desta segunda-feira. Elas foram atendidas no Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães. Após a liberação, as vítimas prestaram depoimento sobre o crime.

"Foi Deus mesmo. Deus me deu outra vida e agradeço muito a ele, né?", contou uma mulher que foi baleada durante a ação dos criminosos. A vítima não quis se identificar.

Já a vítima que não resistiu aos ferimentos, identificada como Ariana dos Santos, de 32 anos, foi enterrada na tarde desta segunda-feira (25), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna.


Crime

O ataque às vítimas ocorreu após um jogo de futebol do campeonato Interbairros, no bairro Daniel Gomes, no domingo (24). Após a partida, os moradores foram comemorar em um bar. 
Crime ocorreu em frente a um bar que fica no bairro Daniel Gomes, em Itabuna  (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)
Trinta minutos depois, segundo a polícia, os criminosos chegaram em um carro, atiraram nas vítimas e fugiram. Houve correria durante a ação, pois havia muitas pessoas no local.

Ariana dos Santos, foi atingida no peito e chegou a ser levada para o hospital, mas já chegou morta à unidade de saúde. Outra mulher foi baleada na cabeça, um jovem de 23 anos foi atingido na nuca, e outro de 22 anos foi atingido por um tiro de raspão no olho. Uma pessoa levou um tiro de raspão.
Ariana dos Santos foi atingida no peito e não resistiu  (Foto: Reprodução/ Facebook)
Em protesto contra o crime, os moradores da região fecharam uma via colocando fogo em pneus e madeira. A manifestação começou por volta de 19h, na Rua de Fátima. O Corpo de Bombeiros foi chamado e terminou de combater o fogo por volta de 22h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário