sexta-feira, 27 de outubro de 2017

3 h após morte de comandante, outro PM é assassinado no Rio


Cerca de três horas após o comandante do 3º BPM (Méier), morrer baleado por assaltantes, mais um policial militar foi assassinado no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (26). O cabo do 41º BPM Djalma Viríssimo Pequeno, de 48 anos, foi morto durante uma troca de tiros em um shopping em Guadalupe, Zona Norte do Rio. Outro policial militar, o soldado Alex Morais de Andrade, ficou ferido no confronto.

Segundo a assessoria de imprensa da PM, Djalma e o outro policial estavam de folga e foram baleados ao reagirem a uma tentativa de assalto a uma joalheria, dentro do shopping Jardim Guadalupe, na Avenida Brasil. O cabo morreu no local, enquanto o soldado Andrade foi socorrido no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste.

Em nota, a assessoria do Jardim Guadalupe informa que a administração o shopping está colaborando com as investigações do crime e que o centro comercial funciona normalmente.

Com a morte do cabo Djalma, sobe para 112 o número de PMs mortos no estado do Rio em 2017, o que dá uma média de um policial morto a cada 2,7 dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário