sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Deputado Augusto Castro critica prefeito de Itabuna por corte salarial de professores

Uma decisão do prefeito de Itabuna em retirar um quinto do salário de professores no mês de setembro encontrou resistência por grande parte da sociedade, entidades de classe e lideranças políticas. Segundo o sindicato, cerca de quinhentos profissionais da rede municipal tiveram vinte por cento do salário base retirados de forma arbitrária no mês de setembro. “Esta era uma vantagem oferecida aos docentes do 4˚ ao 9˚ ano e EJA – Educação de Jovens e Adultos e estava fundamentada em decisões do Tribunal Superior do Trabalho e Suprema Côrte”.

O deputado estadual Augusto Castro falou, em entrevista, que o prefeito agiu de forma abusiva e desrespeitosa com os servidores e fez duras críticas à sua maneira de governar. “Os professores merecem respeito e pelo trabalho que realizam, no mínimo, se espera educação. O gestor público precisa dar um exemplo que dignifique seu cargo e sua função. Essa forma truculenta de Fernando Gomes governar a cidade está superada. Itabuna merece respeito”. Ao final da entrevista concedida à uma rádio da capital baiana na manhã desta quinta-feira, Augusto disse que espera que o prefeito reveja sua atitude e reponha a gratificação dos professores, sob pena do mesmo incorrer num desgaste público ainda maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário