terça-feira, 17 de outubro de 2017

Polícia prende ex-gerente do Banco do Brasil em operação; esquema desviou R$ 10 milhões

Resultado de imagem para Banco do BrasilA Polícia Civil do Paraná cumpre mais de 50 mandados judiciais em uma operação que investiga um esquema de fraudes no Banco do Brasil na manhã desta terça-feira (17) em cidades do Paraná, São Paulo, Goiás e Distrito Federal. O esquema teria desviado R$ 10 milhões da instituição. 

A ação foi batizada de “Sangria”. Um ex-gerente do Banco do Brasil foi preso. Ele trabalhava em uma agência no Centro da cidade, e contava com a ajuda de outras pessoas, e do contador. De acordo com as investigações, o esquema tinha envolvimento de um ex-gerente geral do banco de uma agência que ficava no Centro de Curitiba, além de um contador e outras pessoas. O grupo é suspeito de simular e criar contas com documentos falsos para a liberação de créditos e financiamentos. O dinheiro também era desviado para empresas, conforme a polícia. 

Ao todo, foram expedidos 54 mandados, sendo sete de prisão temporária, outros sete de condução coercitiva, cinco de arresto, 19 de busca e apreensão e 16 bloqueios de contas bancárias. Além do Banco do Brasil, empresários e correntistas também teriam sido lesados pelo esquema criminoso, conforme as investigações. Os crimes investigados na ação são peculato, falsificação de documentos públicos e particulares, expedição de duplicatas simuladas, lavagem de dinheiro e associação criminosa. As investigações começaram no ano passado, após uma queixa do Banco do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário