segunda-feira, 11 de setembro de 2023

Mulher é assassinada pelo namorado a golpes de faca em motel de Itabuna; autor morreu intoxicado pouco depois

No final da noite deste domingo (10), um crime horrendo aconteceu em um motel, localizado às margens da BR-101, na cidade de Itabuna. Alex Santos Martins, 33 anos, assassinou Vanessa Silva Oliveira com diversos e contundentes golpes de faca. Os golpes foram tão violentos que quase degolaram a vítima, e a faca utilizada para tirar a vida de Vanessa quebrou com o impacto dos golpes desferidos. 

Após matar Vanessa, Alex interfonou para a recepção, informou o crime e disse que poderiam chamar a polícia. A Polícia Militar foi acionada e uma guarnição do 15ºBPM deslocou-se. Ao chegar os policiais encontraram Vanessa morta em cima da cama em um dos quartos do motel, e Alex ferido com arranhões e escoriações pelo corpo, oriundos da tentativa de defesa da vítima, que lutou pela vida. 

Vanessa era atendente lojista, e era popularmente conhecida como Rasta. De acordo com informações de Alex aos policiais, ela também estaria trabalhando como garota de programa, o que não teria sido o motivo pelo qual a matou. O assassino informou que não aceitava um suposto relacionamento que Vanessa vinha tendo com outra mulher.  

A vítima era moradora do bairro São Caetano e trabalhava em uma loja de estética automotiva, localizada na Av. Ilhéus. A prima de Vanessa foi a última familiar a vê-la com vida, quando ela saiu de casa dizendo que não demoraria, pois tinha que trabalhar cedo, na manhã desta segunda-feira.

Alex contou aos policiais que mantinha o relacionamento com Vanessa há três anos, mas que ela queria findar o namoro, o que ele também não aceitou. O criminoso foi levado pela guarnição ao Complexo Policial de Itabuna. No entanto, Os policiais notaram que Alex estava inconsciente e que bastante saliva saía de sua boca. Ele foi imediatamente socorrido para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu. 

Perícias póstumas revelarão a causa da morte, mas a suspeita é de que Alex tenha ingerido alguma substância tóxica para tirar a própria vida. Peritos da Polícia Civil foram acionados e removeram os corpos para a sede do Departamento de Polícia Técnica de Itabuna.

Matéria atualizada às 15h54

Após a publicação da matéria, diversas pessoas, sobretudo familiares de Vanessa, fizeram contato com nossa equipe de reportagem para informar que Vanessa não atuava como garota de programa. 

Registra-se que, no corpo da matéria, consta que tais informações foram passadas por Alex aos policiais, o que fica claro no 3° parágrafo do texto.

Há indícios de premeditação do crime, já que uma corda foi encontrada em posse de Alex. A Polícia acredita que, além da faca, outra arma branca pode ter sido utilizada para golpear a vítima, possivelmente, uma garrafa. 


Clique aqui e siga nosso Instagram por lá também você fica bem informado






Nenhum comentário:

Postar um comentário