segunda-feira, 15 de julho de 2019

Educação debate em Itabuna o Novo Ensino Médio na Bahia

Com o objetivo de discutir a implementação do Novo Ensino Médio na Bahia, a Secretaria da Educação do Estado realiza, nestas terça e quarta-feira (16 e 17), às 8h30, no Colégio Estadual Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, mais uma formação sobre a temática. No encontro, estarão presentes representantes de 120 escolas-piloto dos Núcleos Territoriais de Educação de Itabuna (NTE 05), Teixeira de Freitas (NTE 07), Itapetinga (NTE 08), Jequié (NTE 22) e Eunápolis (NTE 27). A formação já foi realizada nos polos formativos de Seabra, Feira de Santana e Salvador. 

Na formação serão discutidas questões como alinhamento da compreensão sobre o Novo Ensino Médio; atividades de trocas de experiências entre as escolas-piloto, oficinas para o mapeamento dos parceiros locais; e, também, discussões sobre a distribuição da carga horária entre formação geral (BNCC) e os itinerários formativos da rede estadual de ensino para a composição e materialização do Referencial Curricular do Estado da Bahia - etapa do Ensino Médio.

O Novo Ensino Médio será implementado a partir de 2020 até 2025 em todos os Estados e tem o objetivo de melhorar o desempenho dos estudantes, ofertando itinerários formativos por Área do Conhecimento, Integrados ou de Formação Profissional e Tecnológica.
 
A medida atende à determinação do Governo Federal, por meio da Lei nº 13.415 de 2017, que altera alguns artigos da LDB, para a implementação do Novo Ensino Médio e cumprimento da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Uma das principais mudanças do Novo Ensino Médio diz respeito à participação ativa dos estudantes em todo o processo, seja por meio da escuta das suas demandas e interesses quanto da escolha dos itinerários formativos, com a possibilidade, inclusive, da oferta de unidades curriculares eletivas. Estas iniciativas têm como objetivo formar cidadãos autônomos, responsáveis e aptos a materializarem seus projetos de vida.

Na prática, parte da carga horária do currículo será destinada aos componentes curriculares propedêuticos e parte da carga horária será destinada aos novos pilares da aprendizagem, com unidades curriculares que estimulam a autonomia e o protagonismo estudantil, a exemplo de projetos de vida. Lembrando que todo o currículo precisa estar integrado com práticas pedagógicas que integrem teoria e prática, conhecimentos tradicionais e científicos, mediados por práticas pedagógicas que envolvam, ativamente, os estudantes.

4 comentários:

  1. Formar profissionalmente é importante, mas não adianta nada enfeitar tudo e não entregar nada concreto ou pela metade! Me formei no ensino médio em 2005 e desde a 8° série já faltava professores em disciplinas acessórias como inglês e informática e todo ano ficávamos com 2 ou 3 meses atrasados em exatas por falta de professores em matemática, física e química! Quem podia pagar cursos ficava anos luz a frente!

    ResponderExcluir
  2. Educação de alto nível é um investimento caro, portanto necessita de um programa simples e direto que tenha começo e fim. É uma guerra, não é barata. Porém, todos os países que investiram pesado no sistema educacional progrediram e impulsionaram as expectativas de futuro. No Brasil, faltam seriedade, vontade de fazer bem feito e, acima de tudo... honestidade. Utilizar os bilhões gastos em coisas inúteis como políticos, stf e afins, na construção e implantação de excelentes colégios e universidades. Dinheiro existe. Simples assim!

    ResponderExcluir
  3. NOVO??? ISSO E POLITICAGEM. DANDO NOME E PUBLICIDADE. E AS SALAS DE AULA ESTARAO SEMPRE COM OS MESMOS PROFESSORES DESINTERESSADOS NA MAIORIA. VISANDO CARGOS COM A DIREC. A DIREC É UM CABIDE DE FAVORES DO PT LOCAL. A DIREC É UM CENTRO DO PODER DA POLÍTICA LOCAL. NOVO ENSINO MÉDIO FALTANDO PROFESSORES A MAIS DE DÉCADAS. AAA ENTENDI. VAI TROCAR A COR DA FARDA E PINTAR AS ESCOLAS. ISSO. PRA GENTE DO PT COM SEGUEIRA E

    ResponderExcluir
  4. Debater educação logo em Itabuna. A cidade que só tem burro e ladrão.

    ResponderExcluir