quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Número de mulheres afetadas pelo câncer de pulmão aumenta progressivamente, diz estudo

De acordo com dados recentes da Agência Internacional para a Pesquisa sobre Câncer (IARC, na sigla em inglês), publicados neste ano, uma em cada seis mulheres desenvolve câncer de pulmão. O aumento dos casos da doença evoluiu para 5,3% ao ano, dado alarmante que pode estar relacionado, entre outros fatores, à exposição ao tabaco.

Traços biológicos, sociais e genéticos podem ser as causas combinadas de um resultado endossado por pesquisas médicas: o risco de desenvolver câncer de pulmão é maior nas mulheres quando comparado aos homens. No entanto, especialistas alertam: a doença atinge os homens em maior proporção. Isso porque, segundo eles, o tabagismo, que é a principal causa para desenvolver o tumor – embora não única - é mais presente no sexo masculino. 


"O câncer de pulmão acomete mais os homens, porém, o risco de mulheres terem a doença - corrigidos outros fatores de risco - é maior. Apesar disso, as causas não são claras. Acredita-se que existam fatores genéticos, hormonais e comportamentais agindo em conjunto", afirma a médica Denise Leite, oncologista do Centro Paulista de Oncologia (CPO). 

Um comentário:

  1. TABACO É VÍCIO, É DROGA, PORTANTO TERIA QUE SER PROIBIDO. NINGUÉM SUPORTA FUMANTE POR PERTO QUEM DIRÁS, O PRÓPRIO CIGARRO. POVO BURRO SABE QUE FAZ MAL E NÃO DEIXA O VÍCIO.

    ResponderExcluir